Esta página se propõe a compilar poetas que divulgam exclusivamente seus poemas em blog. Sabendo que alguns possuem obras publicadas em livro, ainda assim agregaremos esses autores com a condição de que os poemas selecionados tenham sido publicados na rede. Bem-vindos ao blog dos "bloetas!!!

Henrique Pimenta

Poeta da rede. Reside em Campo Grande - MS - Brasil.
Link para o blog: Bar do bardo

Soldado

Lanceia-me no peito por que eu possa
Ferido definir a minha sorte.
Melhor o ferimento para a morte
Que a vida sem sentido, só na troça.

Enleia-me ao que leio de mais forte
Nos olhos que iluminam para a fossa,
Na boca que me amarga mas adoça,
Na vida à mão da morte, sã consorte.

No peito por que eu possa, pois, ferido,
No rumo para as últimas de mim,
No fim que me define, e me engalfinho,

No fundo pelo menos conferido,
Na poça de meu sangue ser, enfim,
A gênese do pó do vão caminho.
***
A fotógrafa
- para Gisele Freire

Os Mestres me impressionam, Os invoco...
Espíritos nas águas - escultura,
Os céus vão se tingindo de pintura,
Um ar de não sei quê diz "eu retoco".

As luzes se compõem para o meu foco,
Precisa ao paraíso que inaugura
Ao címbalo do Bem iluminura,
Eu vejo tudo o mais em vão e inócuo.

É simples como um toque: epifania...
É a síntese de Deus, o que me investe
De gozo e regozija à cena etérea.

Eu sinto que é o Amor em harmonia
À luz dos artifícios da Celeste,
O que há de menos denso na matéria...

12 comentários:

Nydia Bonetti disse...

Henrique Pimenta é um super-poeta -brilhante e raro, eu diria - que me fez olhar os sonetos com outros olhos. Parabéns pela publicação! Abraços.

BAR DO BARDO disse...

Olá!

Agradeço a possibilidade de figurar entre tantas feras!
Namastê!

líria porto disse...

beleza! o pimenta é um exímio sonetista!!

depois deem uma espiadela nos blogue e páginas:

http://liriaporto.blogspot.com/
http://www.blocosonline.com.br/literatura/poesia/obrasdigitais/saciedigpv/08/lporto01.php
http://www.escritorassuicidas.com.br/edicao36_3.htm#liriaporto36
http://www.germinaliteratura.com.br/lporto.htm
http://putasresolutas.blogspot.com/

besos
líria porto

líria porto disse...

vixe - digitei apressadamente - ficou cheio de erros! sorry!!

Gisele Freire disse...

Henrique
Sou suspeita, mas a tua poesia é do melhor!
bj
Gi

Nelson Agadé ... disse...

Bom poema, boas letras e muito sentimentos.

cumprimentos!!!

Efigênia Coutinho disse...

Henrique Pimenta BELOS SONETOS.


Eu não esqueci um só de todos os meus amigos aqui, e hoje retorno, depois de muito trabalho com o nosso Site, com os 1000 Sonetos, agora poderei estar ao lado de todos , matando as saudades, que se fazem presente ao presente momento,
passa lá na minha casinha, tem
NATAL
COM TODOS OS AMIGOS,
com carinho, Efigênia

Ianê Mello disse...

Prazer enorme te encontrar aqui com seus belos e admiráveis sonetos.

Tinhas que fazer parte desse grupo.

Um abraço.

J.F. de Souza disse...

Oraora... Só descubro agora este blog... Mas saiba que adorei a idéia! E tbm os poemas colocados aqui, que são só de gente boa! =)

Volto!

Abraços!

Sílvia disse...

Excelente poema!

Beijo

Nina Pilar disse...

é muito bom encontrar textos, poemas, com tanta qualidade e talento, adorei...voltarei sempre.


Tem dias que o vento morde a noite, morde a carne, entre os dentes um grito abafado, apenas uma queixa apenas congela-me a noite abafada pelo ar úmido e frio da noite, pelas manhas folhas orvalhadas brilham com o pó das estrelas, onde gotas leves são levadas suavemente pelos caminhos... e caem como plumas aos nossos pés...

Amigos queridos queria orerta- lhes algo, e dizer que como é bom estar entre vcs outra vez.
Beijos, abraços...

Nina

Nina Pilar disse...

é muito bom encontrar textos, poemas, com tanta qualidade e talento, adorei...voltarei sempre.


Tem dias que o vento morde a noite, morde a carne, entre os dentes um grito abafado, apenas uma queixa apenas congela-me a noite abafada pelo ar úmido e frio da noite, pelas manhas folhas orvalhadas brilham com o pó das estrelas, onde gotas leves são levadas suavemente pelos caminhos... e caem como plumas aos nossos pés...

Amigos queridos queria orerta- lhes algo, e dizer que como é bom estar entre vcs outra vez.
Beijos, abraços...

Nina

Seguidores

Arquivo do blog